outro dia

na larica

comi pão com doce de leite

e ficou

assim uma

espécie de bolo

 

uma espécie de sonho.



Escrito por Rapha-eu às 14:36
[] [envie esta mensagem]



antes havia quem dizia que não havia nada.

agora assiste a tudo e a tela não é branca.

e a tela não é boba.

a história é boa. santa maria !

 

 

bacon



Escrito por Rapha-eu às 21:05
[] [envie esta mensagem]



desculpem-me pessoas, pelo sumiço.

é que estive aí, envolvido com umas paradas estranhas..

fiquei numa pior, numa errada. tava na do crack.

o crack é triste, é foda, é feio e é o fim.

mas não foi o meu. tô de volta.



Escrito por Rapha-eu às 18:43
[] [envie esta mensagem]



ver os dois
 
que cibelle tinha gravado london, london eu já sabia.
mas só agora assisti ao clipe. e vi que ela não está sozinha.
está com devendra banhart.
e é lindo ver os dois. uma viagem.
acho que é londres.
e o arranjo. e as roupas.
o inglês fluente da cibelle.
fiquei vidrado na mistura que os dois mostram.
cibelle é brasileira que mora há tempos nos estados unidos.
cantora de voz miúda com influências diversas.
do jazz norte-americano. bossa nova. tropicália.
e devendra.
com a sua cara estranha e linda. de voz miúda também.
influências do folk. do neo-rock. cigana. do tropicalismo.
e (muito) do próprio caetano.
eu se fosse caetano ficaria muito feliz com essa gravação.
e esse clipe. que é uma homenagembençãocultobrincadeirareverência.
há ele. 
 
bacon
 


Escrito por Rapha-eu às 16:05
[] [envie esta mensagem]



adeuzinho

 

já é verão e eu nem vim aqui avisar.

a temporada das flores acabou. me entenda.

a vida esse ano foi dura. mas já passou.

daqui pra frente (quase) tudo vai ser diferente.

caetano beija e abraça no multishow ao vivo.

douglas é o maior música que conheço. meu amor.

é o unico que me entende. pode ver ?

ano-novo já vem. acho que ipanema vai me ver.

nas areias explodindo de tudo e de alegria.

já disse aqui:

ando tão por fora de cinema. que nem sei.

consegue ouvir a bossa ?

e o dvd de adriana partimpim da calcanhotto ?

vocês só andam por fora mesmo.

lembra quando disse que vi cazuza ?

e isso me causaria algo. além do que rolou na hora.

já ouviu maluca ?

camila me entende e eu beijo.

sabe quem está nas nuvens (por periodo indeterminado) ?

lady ela eladir. a praia é dela.

esse ano passou e o que ficou ficou. muita coisa.

só pra avisar:

hoje é a ultima sexta. e é lá na lapa que eu devo estar.

um aviso:

um homem de moral não fica no chão.

você rides again. upa upa !

é isso. é o que tem pra hoje.

paz. amor. vibe positions. inspiração. suor.

saúde. brilho e luz. som. tudo mais.

fico aqui.

e só volto no novo ano que vem vindo.

 

adeuzinho.



Escrito por Rapha-eu às 17:55
[] [envie esta mensagem]



 

então, é natal.

 

e ano-novo, já vem.

 

 

 



Escrito por Rapha-eu às 18:24
[] [envie esta mensagem]



mais gil

tô tão por fora
de cinema
que nem sei se
você perguntar
tão gal
porém muito mais bethania
mais fora de orbita
mais perto de ir
embora
pode perguntar
tô mais gil
do que caetano

sabe amizade, tem um
porém
eu tõ bem e tem mais
eu não sei se te quero assim

tô tão torquato
mas tão torquato
que cogito estar
perdido acabado
pra baixo
mas alto alto
musica nova
três notas
um fato

 

poesia minha, que nas mãos do douglas virou uma bossa.

vocês ouvirão.

salve douglas !




Escrito por Rapha-eu às 18:36
[] [envie esta mensagem]



tudo aqui está licenciado pelo creative commons.

 

aproveite!

só diga que fui eu quem fiz ..



Escrito por Rapha-eu às 17:41
[] [envie esta mensagem]



fiquem sabendo.

sabado. copacabana. luz do sol.

exposição ambulante de fotografias.

os olhos sensiveis que poderiam ser seus.

mas são de adriane santi.

fiquem ligados. e apareça por lá.

 

minha mochila. acho que cansou.

mas eu ainda não.

e vamos em frente.

 

minino. faça logo essas musicas.

eu preciso cantar. eu quero.

 

minina. é disso que a gente precisa ?

 

bacon

 

só pra não dizer que não gosto de uruguaios.

ui !



Escrito por Rapha-eu às 15:12
[] [envie esta mensagem]



 

movimento. sempre!



Escrito por Rapha-eu às 19:26
[] [envie esta mensagem]



   arraial do cabo tem uma sensualidade homossexual nunca vista em outro lugar, por mim. as mulheres aqui, não são nem um pouco sensuais (quando tentam, são vulgares), enquanto os homens são sexuais ao extremo. entre eles. e não é uma coisa velada. essa sexualidade (á flor da pele) pode ser vista, com alguma naturalidade, nos bares e pelas ruas.
   estava eu, hoje, assiatindo ao documentário arraial do cabo, de paulo sarraceni filmado em 1959, em que podiam ser visto, num bar, dois homens fazendo o que um casal faz depois que cortam o bolo em sua festa de bodas. o ato de "cruzarem" os braços e um oferecer ao outro a bebida do seu copo. e isso eles faziam pela manhã e rodeados de outros homens.
   não escrevo essas linhas como se me espantasse. apenas fica o registro desse fato que me parece muito interessante.
   faz-se necessário dizer, que os homens aqui são sempre mais bonitos que as mulheres. as peles "curadas" ao sol. os cabelos queimados pelo sol e pelo sal. e os olhos quase sempre verdes.
 
 
arraial do cabo, 09/10/07


Escrito por Rapha-eu às 16:36
[] [envie esta mensagem]



vou começar dizendo que poeta é torquato neto.
depois digo que ele é o cara. o bicho.
não deixo de dizer que amy winehouse é criação do almodovár.
ou estou louco.
e juntando. digo:
depois de panic at the disco os novos usam tarol e signos de orquestra.
viram a última foto de marilyn. linda. nua e bêbada em nova york.
adriana calcanhotto vai aparecer de frank sinatra.
duvidam?
penso em me calar. mas lembro.
elis pediu aumento naquele disco. que já acabou.
e jóia que é jóia, dondoca, é da h. stern.
e saiba, analfabeto. quem liberta a palavra, idiota. é o poeta.
e um recado praquela menina.
eu sou um rei banguela.
sabe por que se mata?
amizade, é sempre por paixão.
aquela menina estranha disse que não.
e passo adiante o seguinte:
só agora elza soares recebe o premio de madrinha da tropicália.
e desfila em evento vip. em traje esporte. gala. e maiô.
e repito e lembro. o medo.
é o inimigo no poder.
deusnoslivreamén.
mandam lembrar aos malucos:
aqueles panfletos foram caros.
nada de fazer carreira. ou apertar com eles.
devolver, também, diz a carta. tá proibido.
e digo. caetano nunca gostou de droga.
é gênio por que sabe ser.
freud disse que as melhores momentos de sono são os últimos.
e tem gente que dorme só pra acordar.
e vou dizendo, por que quero:
vende-se uma super-8 por aí.
e digo, por que é fatal.
gal canta em nova york.
ela é bossa nova. (de novo) ela é bossa nova.
e digo. e repito:
o bonde já vem vindo.
( e como você vê)
vou subindo.
e aí?
vem comigo?
 
                                                  23/09/07


Escrito por Rapha-eu às 20:05
[] [envie esta mensagem]



quer saber?

jean paul satre e simone de beauvoir



Escrito por Rapha-eu às 17:03
[] [envie esta mensagem]



está resolvido. podem falar.

só não podem me prender. ou bater.

é samba o que querem.

é samba o que tem.

só não me peça pra sorrir.

o trabalho vai ser feito. e bem feito.

fale comigo o estritamente necessário.

e sorria. você está sendo filmado.

não. não é um curta. é só registro.

(yes documents)

tudo guardado. e infelizmente arquivado.

o desfile passou na avenida e eu sei que você viu.

mas não ouviu por que estava com o fone do mp4 no ouvido.

é samba. é samba. caramba.

preste atenção.

(é preciso estar atento. e forte.)

uma bomba vai estourar ao seu lado.

cuidado com o que fala.

cuidadíssimo com quem fala.

falta menos do que faltava pro verão.

graças ao deus. sol.

sol na sua cara. bobão.

e você menina. é tão adulta.

será que posso com isso.

(pergunte ao seu orixá.)

eu quero. por que te quero.

e volto a dizer. é samba o que querem.

e pra você que fala. que fala. digo:

(atenção para o refrão!)

vá durmir babaca com cara de sono.



Escrito por Rapha-eu às 15:55
[] [envie esta mensagem]



heróis não morrem

eu vi cazuza na rodoviária. ontem.

um pouco velho e magro.

sem sombras de fama e/ou rebeldia.

só alguma indignação em seus olhos.

nada de pinta. ou macha.

estava sozinho e em silêncio.

nada de angustias.

só aquela calça que não lhe caira bem.

no mais. era quase um qualquer.

ali. só eu o reconhecia.

e ele me desprezava.

eu o fixava em meu olhar.

molhado. vermelho. caído.

(só você sabe o verdadeiro motivo)

cazuza devia ir pra minas.

é a cara dele. a cara que ele está agora.

comeu misto-quente e tomou coca-cola.

levava duas malas grandes.

talvez fique por lá um mês.

eu tive que ir. ele ainda ficou lá.

levantei e não tive coragem de olhar denovo.

não sei por que.

mas fica a certeza:

heróis não morrem. nem ficam careca.

 

entendam como quiserem o que essa visão fez comigo.

e o que ela tem a ver com a minha saída estratégica.

 

bacon

 

todo dia tem a hora da sessão coruja.

só entende quem namora.

agora vambora.

me dê de presente o teu bis.



Escrito por Rapha-eu às 20:38
[] [envie esta mensagem]



dois videos do sábado.

http://www.youtube.com/watch?v=W8ww2PshpQY

http://www.youtube.com/watch?v=llApRguKiAc

por que um final de semana com elas vale mais que mil palavras.

bacon

vinicius está vivo. e viva o amor que ele nunca teve por você.

se liga menino.

viva a rainha. e viva a camila.



Escrito por Rapha-eu às 11:34
[] [envie esta mensagem]



ver ou vir

 

já pararam pra ver/ouvir a propaganda do novo cd do mestre.

acho que ainda não disse aqui que sou louco por djavan. lou-co!

djavan está leve. solto.

como ele diz: trazendo frescor.

sua voz continua linda.

e o cd também me parece. matizes.

e a propaganda está(foi) veiculada na queridíssima rede globo.

uns quinze ou vinte segundos no ar. pra quem pode.

os shows, idiotas, só no verãozão.

depois não digam que andei por fora.

 

e o brayon, sumiu?

 

bacon

 

não ouvi ninguém por aqui comentar obrigado gente, joão bosco ao vivo.

desligados que são. etc.

é o primeiro trabalho do garoto?

faz como se fosse. com garra. paixão mesmo.

(e não tava sozinho, o menino)

e djavan cantando corsário. ele de novo.

o povo cantando suave o bêbado e o equilibrista.

salve joão!

 

alguém viu chico césar?



Escrito por Rapha-eu às 14:59
[] [envie esta mensagem]



pequenas impressões de verdade tropical - de caetano veloso

 

caetano dia (pág. 136) que faltou comprometimento de torquato para/com a sua poesia.

 caetano também diz com, o que me pararece, certo distanciamento que " torquato se suicidou ao fim de longa série de tentativas malogradas em 72". ignorando que junto a carta de suicidio estava a frase: o amor é imperdoavél , e o nome de caetano embaixo.

 caetano, diferentemente de hélio oiticica e outros poetas e intelectuais fala apenas da participação de torquato no filme nosferato no brasil, quando os outros chegaram a se referir ao filme como nóstorquato.

 caetano insinua que ensinou a t.n. ser tropicalista.

 reduz a importante coluna geléia geral a panfleto de um cinema marginal, nas palavras do próprio caetano, e numa campanha contra a cinema novo com a qual ele nunca se identificaria.

 reconhece que torquato já queria revirar a poesia do avesso.

 caetano se refere ao tropicalismo em certas horas, como sendo seu " ... eu ... poria o tropicalismo a serviço do grupo-núcleo" (os quatro baianos). e mostra os quatro como maiores do que o movimento "... e não o contrário.". mostra também que só pensou no movimento "para o lançamento definitivo do grupo baiano".

 ao se referir ao brasil "é como um pai de coração bom e nome honrado a quem respeitamos mas que não consegue dinheiro ou trabalho estavél, perde grandes oportunidades, se embriaga e se mete em complicações".

 caetano se refere sempre de uma maneira sincera e bonita a tom zé (pág. 277/278).

 geraldo vandré como um inseguro, um grande bobão (pág. 281/282).

 caetano diz que geléia geral, a música de torquato neto, era tida por muitos (ele não se inclui) como letra-manifesto do movimento. e cita o que de mais tropicalista tem a letra. pra terminar, dia que geléia geral "apresentava a versão de torquato do tropicalismo.". e diz que a letra "pode servido como um espécie de tropicália facilitada" (pág. 295/296).

 caetano fala de uma "retomada do cogito... em termos radicais". mas não fala que o mais radical dos cogitos é o de torquato: MORRO LOGO EXISTO .

 caetano deixa parecer que torquato bancava uma campanha desnecessária contra o cinema novo, pelo cinema marginal de sganzela e bressane. desnecessária porque "eles tinham deixado o seus cabelos crescerem, queimavam fumo e tomavam ácido"

 essas impressões são do ponto de vista não-esclarecedor do fantasma torquato neto. o livro é ótimo. pena ter sido escrito para não iniciados. isso atrapalha a "velocidade" do livro. no mais. é só isso.



Escrito por Rapha-eu às 14:53
[] [envie esta mensagem]



- da série as pessoas que eu tenho

 

camila é linda. e rosa.

camila não grita. rosna. e resmunga.

e fica rosa-choque.

camila é amiga. e paga o preço por isso.

ela é forte. grande.

um grande urso de pelúcia rosa.

é frágil. tem medo.

é um bebê. um suvenir.

pra quem é amigo.

camila se dá inteira.

camila fica bebâda. ama a lapa.

camila ri muito.

camila tem vergonha. no fundo é ironica.

leonina. se esconde. por não saber quem é.

camila tem suas meninas.

camila é um ser lindo. e colorido.

camila se diverte. se derrete.

camila beija.

dorme feito pedra. se acha feia.

sabe que é linda.

camila admira a arte. sem saber.

camila é uma criança. pinta e borda.

camila é boêmia. se joga na noite.

não se arrepende. as vezes beija quem quer.

camila é um menino-mulher.

 

escrito num barzinho

arraial do cabo 25/08/07

bacon

acabo de realizar um desejo. quase sexual.

na minha mochila. agora. se encontram as verdades tropicais.

de caetano veloso.

e o grito de pra mim chega.

de torquato neto.

enfim. juntos.



Escrito por Rapha-eu às 18:50
[] [envie esta mensagem]





foi falar dele no domingo. e na segunda.
me aparece trazendo novidade. é djavan.
que traz um funk. batida lindíssima.
ainda não sei o nome.
e a letra não me parece das melhores.
djavan andou sumido. eu já sabia.
ele me disse que ficaria fora. um tempo.
fazendo viagens. e compondo.
que é como ele diz quando realmente trabalha.
também disse que talvez faria agora. na volta.
o trabalho com os filhos. inclusive flávia virginia.
que anda pela áfrica a tempos.
ele voltou. pelo que me parece. em mais um projeto solo.
djavan matizes. o funk se chama pedra.
na segunda quinzena de setembro. nas prateleiras.
preciso ouvir pedra mais uma vez. e se a letra não prestar.
ao menos dá pra sair por aí dançando.

Escrito por Rapha-eu às 10:51
[] [envie esta mensagem]



[ ver mensagens anteriores ]


Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, BENTO RIBEIRO, Homem, de 15 a 19 anos, Portuguese, Spanish, Arte e cultura, Música, Fotografia
MSN - raphaellima88@hotmail.com



Histórico
29/11/2009 a 05/12/2009
02/08/2009 a 08/08/2009
05/07/2009 a 11/07/2009
02/03/2008 a 08/03/2008
23/12/2007 a 29/12/2007
16/12/2007 a 22/12/2007
09/12/2007 a 15/12/2007
18/11/2007 a 24/11/2007
14/10/2007 a 20/10/2007
07/10/2007 a 13/10/2007
30/09/2007 a 06/10/2007
23/09/2007 a 29/09/2007
02/09/2007 a 08/09/2007
26/08/2007 a 01/09/2007
19/08/2007 a 25/08/2007
12/08/2007 a 18/08/2007
05/08/2007 a 11/08/2007
15/07/2007 a 21/07/2007
08/07/2007 a 14/07/2007
01/07/2007 a 07/07/2007
24/06/2007 a 30/06/2007
15/04/2007 a 21/04/2007
08/04/2007 a 14/04/2007
01/04/2007 a 07/04/2007
18/03/2007 a 24/03/2007
04/03/2007 a 10/03/2007
25/02/2007 a 03/03/2007
11/02/2007 a 17/02/2007
04/02/2007 a 10/02/2007
31/12/2006 a 06/01/2007
26/11/2006 a 02/12/2006
19/11/2006 a 25/11/2006
05/11/2006 a 11/11/2006
22/10/2006 a 28/10/2006
15/10/2006 a 21/10/2006
08/10/2006 a 14/10/2006
01/10/2006 a 07/10/2006
24/09/2006 a 30/09/2006
17/09/2006 a 23/09/2006
10/09/2006 a 16/09/2006
03/09/2006 a 09/09/2006
27/08/2006 a 02/09/2006
13/08/2006 a 19/08/2006
02/07/2006 a 08/07/2006
18/06/2006 a 24/06/2006
11/06/2006 a 17/06/2006
04/06/2006 a 10/06/2006
21/05/2006 a 27/05/2006
14/05/2006 a 20/05/2006
07/05/2006 a 13/05/2006
30/04/2006 a 06/05/2006
23/04/2006 a 29/04/2006
16/04/2006 a 22/04/2006
09/04/2006 a 15/04/2006
02/04/2006 a 08/04/2006
26/03/2006 a 01/04/2006


UOL
Votação
Dê uma nota para meu blog


Outros sites
Bloco do Eu Sozinho
Blogstoriasessenciais
Dilua
Donna Cindy
Gazeta
Gazeta 1
Torquato Neto
Tropicalia